O primeiro caso confirmado de Covid-19 no Brasil ocorreu em São Paulo no dia 26 de fevereiro de 2020. Um homem de 61 anos que tinha feito uma viagem para a Itália entre 9 e 21 de fevereiro, foi considerado o primeiro registro de contaminação da doença no país.

Já no mês seguinte a Organização Mundial da Saúde declarou oficialmente que o mundo passava por uma pandemia, obrigando os países a tomarem uma série de medidas para minimizar os efeitos devastadores do vírus batizado de SARS-COV-2.

Templos religiosos tiveram suas atividades imediatamente suspensas a fim de evitar o agravamento da crise, obrigando seus adeptos a adequarem seus hábitos ao que convencionou-se chamar de “o novo normal”.

Com as Casas espíritas não foi diferente, por conta disso muitas delas veem se utilizando cada vez mais de meios alternativos para manter viva as atividades de estudos e palestras de modo virtual.

No entanto, alguns questionamentos acabam surgindo:
– Será mesmo que tudo pode ser feito à distância?

– Como ficam as atividades mediúnicas e as assistências espirituais?

– Um ano sem ir à casa espírita… realmente faz falta?


Para ajudar neste episódio, contaremos com a presença do palestrante, escritor e divulgador espírita, Thiago Brito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top