Nos episódios anteriores fizemos uma breve introdução à história do espiritismo moderno por considerar algo extremamente necessário para que pudéssemos adentrar nos dramas narrados pelos espíritos.

Apresentamos neste episódio duas histórias presentes na Revista Espírita e no livro O Céu e o Inferno de Allan Kardec sobre o assassinato e as consequências aterrorizantes para aqueles que cometeram tais desatinos.

Qual seria a origem do mal?
Quem atenta contra a vida do seu semelhante estaria realmente sujeito às penas eternas?

Descubra essas respostas através das experiências narradas por quem presenciou ou foi autor de tão grave afronta às leis divinas, pois aquele que tira a vida ao seu semelhante corta o fio de uma existência de expiação ou de missão.

Aí é que está o mal.

Participação especial
Katia Pelli
Maria Vitória X. dos Santos

Fonte
Revista Espírita de Outubro de 1858 – Assassinato de cinco crianças por outra de doze anos – Problema moral
O Céu e o Inferno – Allan Kardec – Segunda Parte – Cap. VI – Criminosos arrependidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top